Cine DDHH – Direitos Humanos das Mulheres e suas Interseccionalidades
  • Cine DDHH convida para debate no dia 23/10 às 17hrs

    Publicado em 19/10/2020 às 17:23

     

    A equipe do CINE DDHH, um projeto do NIGS, convida todes para participarem do debate sobre o filme “Mignonnes” e a luta contra a violência à mulher com as debatedoras Ana Claúdia Taú e Miriam Adelman.
     ⠀⠀⠀
    Data: 23/10/2020 às 17:00hrs 
     ⠀⠀⠀
    Como prevenção de ataques, a sala não será pública, para link de acesso entrar em contato pelo e-mail: cineddhhufsc@gmail.com ⠀⠀
    ⠀⠀⠀
    Aguardamos sua presença!

  • Cine DDHH indica o filme “Mignonnes”.

    Publicado em 19/10/2020 às 17:19

     

    Dia 10 de outubro é o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher e a equipe do CINE DDHH indica o filme disponível no youtube: “Mignonnes” – Aos 11 anos, Amy começa a se rebelar contra as tradições conservadoras da família e encontra seu lugar em um grupo de dança da escola.

    Link do filme: https://www.youtube.com/watch?v=de1H-q1nN98&t=1742s

    Sigam nossa página do instagram: https://www.instagram.com/cineddhh/


  • CINE DDHH convida para debate no dia 25/09 às 17hrs

    Publicado em 23/09/2020 às 19:03

     

    A equipe do CINE DDHH, um projeto do NIGS, convida todes para participarem do debate sobre o documentário “O aborto dos outros” e a luta pela descriminalização do aborto na América Latina com a cientista social Gabriela Lauterbach.

    Data: 25/09/2020 às 17:00hrs via Google Meet

    O documentário “O aborto dos outros” está disponível no youtube e recomendamos que o mesmo seja assistido antes do debate.

    Segue link do documentário:
    https://www.youtube.com/watch?v=de1H-q1nN98

    Como prevenção de ataques, a sala não será pública, para link de acesso da sala entrar em contato pelo e-mail: cineddhhufsc@gmail.com

    Aguardamos sua presença!


  • Cine DDHH indica o documentário: “O aborto dos outros”.

    Publicado em 21/09/2020 às 11:20

     

    Dia 28 de setembro é o dia latino-americano da descriminalização do aborto e equipe do CINE DDHH indica o documentário disponível no youtube: “O aborto dos outros”. O documentário mostra a experiência de mulheres que viveram o aborto em quatro hospitais públicos do Brasil, e aborda maternidade, afetividade, intolerância, solidão e a questão da ilegalidade.

     

    Link do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=de1H-q1nN98&t=1742s

    Sigam nossa página do instagram: https://www.instagram.com/cineddhh/


  • Edital de Seleção: BOLSISTA NIGS PIBIC 2020/2021

    Publicado em 11/09/2020 às 13:33

    Edital de Seleção: BOLSISTA NIGS PIBIC 2020/2021 

    PROJETOS PIBIC: 

    1. Etnografia das Políticas Públicas de Gênero, Sexualidades e Diversidades no Brasil (2002– 2016).

    2. Outros olhares sobre a História da Antropologia.
    Este edital se destina a seleção de 02 bolsistas, preferencialmente dos cursos de Graduação de Antropologia, Ciências Sociais ou Museologia da UFSC, para desenvolverem pesquisa vinculados/as a um dos dois projetos mencionados acima,​junto ao Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) da UFSC.

    • Segue edital completo:

    Edital-PIBIC-2020-2021_Retificado_2020-04-22


  • PIBIC/UFSC 2020-2021

    Publicado em 11/09/2020 às 13:30

    Edital de seleção: Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica – PIICT Bolsas PIBIC/CNPq – PIBIC-Af/CNPq – BIPI/UFSC 2020/2021

    • Projeto:
    1. Antropologia e feminismo no sul do Brasil (RS e SC): intersecções entre militância e produção de conhecimento na Universidade
      Plano de trabalho da bolsa: Antropologia e feminismo no sul do Brasil: o caso de SC
      Orientadora: Profa. Alinne de Lima Bonetti – ANT/NIGS/UFSC
    • Critérios:
      Carta de interesse no projeto
      Histórico de Graduação com aprovação em alguma disciplina sobre gênero e/ou feminismo
      Currículo Lattes atualizado e enviado ao CNPq
      Conta corrente própria no Banco do Brasil, além dos demais requisitos descritos em edital, para garantia de entrada na folha de pagamento de setembro.

     

    • Segue edital completo:

    Edital-PIBIC-2020-2021_Retificado_2020-04-22


  • Cine DDHH indica o documentário: “Eu resisto – Um documentário sobre vivências de mulheres lésbicas.”

    Publicado em 29/08/2020 às 14:45

     

    Hoje, dia 29 de agosto, celebra-se o dia nacional da visibilidade lésbica e a equipe do CINE DDHH indica o documentário, disponível no youtube: “Eu resisto – Um documentário sobre vivências de mulheres lésbicas”.
    “Este trabalho é em memória de todas as mulheres lésbicas que vieram décadas e séculos antes de mim. Lésbicas que tiveram que viver vidas inteiras escondidas por medo de tortura física e psicológica, por medo de morrer por ser quem é. Este trabalho é por todas as meninas e mulheres lésbicas de hoje que são obrigadas a viver “dentro do armário” para manter a integridade física e mental, para se manterem vivas. E por fim, este trabalho é dedicado a todas as meninas e mulheres lésbicas que estão passando ou ainda vão passar pelo processo de autoaceitação: vocês não estão sozinhas.”

     

    Link do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=LGNIn5v-3cE&t=4s ⠀⠀⠀

    Sigam nossa página do instagram: https://www.instagram.com/cineddhh/


  • Cine DDHH indica o curta-metragem: “Kbela”.

    Publicado em 28/07/2020 às 14:34

     

    Sábado foi o dia internacional da mulher negra latino-americana e caribenha e a equipe do CINE DDHH gostaria de indicar o curta metragem: “Kbela”. 

    O curta conta as histórias de transição capilar ou mesmo da resistência e luta de mulheres negras pelo direito de terem sua beleza natural, sem intervenção da indústria e da opinião da sociedade.⠀⠀⠀⠀

    Link do curta-metragem: https://www.youtube.com/watch?v=LGNIn5v-3cE&t=4s ⠀⠀⠀

    Sigam nossa página do instagram: https://www.instagram.com/cineddhh/


  • Dia 25 de julho: Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

    Publicado em 25/07/2020 às 15:29

     

    Hoje, dia 25 de julho, celebra-se o dia internacional da mulher-negra latino americana e caribenha, uma data não só de celebração, mas também de muita reflexão sobre as lutas diárias da população negra contra a violência e a desigualdade que os/as atingem duramente. E foi a partir dessas reflexões que em 1922, um grupo de mulheres negras decidiu se unir para debater formas de solucionar tais situações criando o primeiro encontro Internacional de Mulheres Negras Latinas e Caribenhas em Santo Domingo, na República Dominicana.
    A rede, junto à Organização das Nações Unidas (ONU), reivindicou para que o dia 25 de julho fosse reconhecido internacionalmente como o dia internacional da mulher negra latino-americana e caribenha.
    No Brasil, no dia 2 de junho de 2014, foi instituído por meio da Lei no 12.987, o dia 25 de julho como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Ilustrada na imagem, “Rainha Tereza” como ficou conhecida em seu tempo, foi uma importante líder quilombola, um grande símbolo de resistência na luta contra a escravização e o genocídio colonial.


  • Cine DDHH indica o filme: “Stonewall: Onde o orgulho começou”

    Publicado em 28/06/2020 às 13:05

    Hoje, dia 28 de junho, é o dia internacional do orgulho LGBTQIA+ e a equipe do Cine DDHH recomenda o filme, “Stonewall: Onde o Orgulho começou”, com a proposta de incentivar uma reflexão crítica sobre a luta pelos direitos dessa população. Em um momento de constantes ameaças de retirada de direitos, é necessário ainda mais evidenciar a resistência LGBTQIA+.

    ㅤ ㅤ

    ㅤ ㅤ

    No fim dos anos 1960, um adolescente começa a descobrir novas ideias políticas e as dificuldades da vida adulta, às vésperas da rebelião de Stonewall, quando lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros enfrentaram a polícia de Nova York.

    Data de lançamento: 30 de setembro de 2016 (Brasil)
    Direção: Roland Emmerich
    Produção: Roland Emmerich, Michael Fossat, Carsten H.W. Lorenz, Marc Frydman

    ㅤ ㅤ

    Vocês sabem o por que dia 28 de junho é celebrado o dia internacional do orgulho LGBTQIA+? 

    Dê uma conferida na nossa página do instagramhttps://www.instagram.com/cineddhh/, fizemos uma postagem especial explicando os motivos pelo qual 28 de junho é o mês do orgulho LGBTQIA+.